Weby shortcut
  • Ver todas
  • Um espelho para xs antropólogxs: corpo docente e raça

    Um espelho para xs antropólogxs: corpo docente e raça

    26 Novembro às 14:00

    O tema desta edição dos Debates Cerrados surge em meio a um quadro social que se configura desde os anos 2000 com a mobilização, implementação e desdobramento das cotas raciais em Instituições de Ensino Superior Públicas e da adoção de variadas formas de acesso de quilombolas e indígenas a cursos de graduação e, mais recentemente, a poucos cursos de pós-graduação. Estes processos têm vários antecedentes, como grupos, eventos e agendas.

    Neste evento, o foco é a imagem de um corpo docente que se circunscreve como branco, com algumas diferenciações de gênero e de procedências regionais e nacionais distintas, face a um corpo discente que se pluraliza étnica, racial e sexualmente.

    A demanda e entrada de estudantes e docentes negrxs na universidade, especialmente nas Humanidades e, mais precisamente, na Antropologia, recobre questões que vão da representatividade nos corpos discente e docente, do entendimento da racialização e generificação na vida acadêmica, ao protagonismo nos estudos raciais interseccionados com gênero e outros marcadores da diferença e eixos de subordinação, incluindo a recusa do epistemicídio e o reconhecimento das autorias e dos saberes negro-africanos no quadro das epistemologias.

    Um espelho para xs antropólogxs: corpo docente e raça

    Leia mais...

  • Conlab 2018 Banner

    XIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais

    17 a 20 Dezembro

    Conlab 2018 Banner

    Nessa XIII edição do XIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais e 2º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa, que terá lugar na Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo - EFLCH/UNIFESP, na cidade de Guarulhos/SP (Brasil), cujo tema proposto é África, Diásporas e o Diálogo Sul-Sul: Descolonizando as Ciências Sociais e Humanas, queremos articular estudos e pesquisas que redimensionem o lugar das perspectivas/cosmologias críticas do Sul global.

    Pensar as várias Áfricas que compõem o mundo atual significa dedicar prioridade aos estudos que se dedicam à compreender as diversas dimensões do conhecimento científico e do saber histórico sobre o no continente, e os deslocamentos, sentidos e significados que estes conhecimentos e saberes adquiriram para os diversos povos e civilizações do mundo. As diásporas são igualmente objeto de tensões, significações e (re)significações. Nos tempos em que a situação dos refugiados africanos escancara a crise européia e ameaça o discurso homogêneo da prosperidade capitalista – os imigrantes suscitam a necessidade de um olhar critico para as várias imigrações que ocupam o espaço mundial: a migração de corpos, de culturas, de conhecimentos, de saberes.

    O saber diásporico é um saber socialmente situado e carrega consigo a possibilidade epistêmica de resignificar as experiências impressas pelo pensamento abisal no mundo contemporâneo.

    O diálogo Sul-Sul nos convida ao desafio de colocar os saberes históricos e científicos do sul em diálogo e em evidência. Se o colonialismo abrange as varias dimensões da vida humana, a descolonização não é uma mera questão territorial – passa pelas dimensões da descolonização dos corpos, a descolonização do olhar, a descolonização do poder, a descolonização do saber, e a descolonização do ser.

    O legado do colonialismo para o mundo de língua portuguesa, bem como, o papel das Ciências Sociais e Humanas no processo de descolonização das Ciências – a tarefa que os cientistas sociais e das humanidades não podem se furtar.

    A Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa – AILP-CSH e a Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP tem a satisfação de convidar a comunidade de pesquisadores para o XIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais e 2º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa, evento que ocorrerá de 28 de julho de 2018 á 01 de agosto de 2018 na Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da - EFLCH, em Guarulhos no Estado de São Paulo.

    O XIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais e 2º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa tem como objetivo constituir-se em espaço de divulgação, de circulação e de promoção da produção científica dos pesquisadores/as das áreas de Ciências Sociais e Humanas na perspectiva do diálogo entre os pesquisadores dos países de língua portuguesa no continente africano, americano e europeu, comprometidos com o diálogo sul-sul nos espaços sociais, especialmente na produção acadêmica com interlocução com a sociedade, bem como, formar recursos humanos para a pesquisa científica e para a investigação de alto nível nos diversos níveis com vistas à preparação dos pesquisadores/as negros para o enfrentamento dos dilemas e desafios da vida acadêmica; fomentar a produção do conhecimento científico de alto nível e de impacto acadêmico dos pesquisadores/asos pesquisadores dos países de língua portuguesa no continente africano, americano e europeu, nos diferentes níveis e modalidades de formação científica, com vistas à veiculação, circulação e promoção desta produção nos diferentes espaços acadêmicos e sociais, em particular, como potencializadores do diálogo entre o conhecimento científico produzido; divulgara produção científica dos pesquisadores/as dos países de língua portuguesa no continente africano, americano e europeu, nos diferentes níveis e modalidades de formação, por meio da apresentação de trabalhos científicos em forma oral nas diferentes sessões temáticas, e de pôster, bem como apresentação em mesas-redondas, Workshops, painéis, conferências, publicação de resumos, anais com artigos completos, coletâneas especiais, entre outras formas; divulgação da produção científico-cultural das pesquisadoras e dos pesquisadores dos países de língua portuguesa no continente africano, americano e europeu, nos diferentes níveis e modalidades de formação; e, promover o intercâmbio entre as pesquisadoras e os pesquisadores dos países de língua portuguesa no continente africano, americano e europeu, nos diferentes níveis e modalidades de formação.

    O evento tem como público alvo pesquisadores/as em diferentes níveis da formação científica (mestrado, doutorado, pós-doutorado), bem como nas diferentes modalidades de atuação (professores/as universitários/as, professores/as e demais profissionais, pesquisadores/as independentes). Clique aqui para acessar o site do evento. 

    Leia mais...

  • Ver todos